Review: Black Cat

Tenho uma missão difícil pela frente… Falar do meu mangá favorito. Black Cat é um mangá de Kentaro Yabuki, originalmente publicado na Shonen Jump, que contém 185 capítulos e 20 volumes encadernados. Em 2005 ganhou uma adaptação para anime… Uma adaptação que eu não recomendo. Ou melhor, recomendo sim. Recomendo que assistam os seis primeiros episódios antes de lerem o mangá.

Escrever sobre Black Cat é uma tarefa árdua, sem duvidas. O anime teve modificações relevantes quanto à história do mangá. Personagens que aparecem em momentos diferentes e vilões que surgem do nada, por exemplo. Tenham em mente que esta é uma resenha do mangá.

Black Cat conta a história de Train Heartnet, um sweeper (ou Soujiya). Isto é, um caçador de recompensas. Train caça os bandidos com ajuda de Sven Vollfied, personagem importantíssimo na trama, e que costuma construir ferramentas para ajudar no trabalho de sweeper. Mais tarde, a pequena Eve, que pode transformar partes de seu corpo em objetos, e era utilizada como arma por um bandido, se junta a eles, e Rinslet Walker, uma ladra, participa com frequência.

O protagonista não é apenas um caçador de recompensas. Train era um mercenário a serviço da organização secreta Chronos. Dentro desta organização existem os Chrono Numbers, assassinos profissionais que são numerados individualmente. Que fique claro que estes números não têm relação com capacidade ou habilidade de cada um. Train Heartnet era o número XIII (treze), e era conhecido como Black Cat. Com este título o mesmo tornou-se uma lenda. Todos o temiam, e muitos ainda temem.

Como mostrado no anime (uma das poucas coisas boas), Train foi “tocado” pela sweeper Minatsuki Saya. [Se você pretende ver apenas o anime, que não é recomendado, não leia esta parte. Se for ler o mangá, não há problema] Os dois construíram uma bela relação, até o momento em que o vilão da série, personagem obsessivo pelo protagonista Train, Creed Diskenth, ataca Saya, a matando. Após isso ele acaba por abandonar a Chronos. [Fim do spoiler sobre o anime] Acredito que isto é o máximo que posso falar sobre o enredo da série.

Black Cat tem momentos realmente engraçados. A personalidade do protagonista, por exemplo, contribui bastante para isso. As lutas também são ótimas.

Embora seja um mangá shonen que adota vários clichês, aqui vemos um grande, e excelente elenco de personagens, além de ótimos poderes e habilidades que eles possuem. Personagens realmente excelentes. Desde os protagonistas, aos coadjuvantes, todos cativantes. O elenco feminino também é um show a parte.

Quando Black Cat vai aproximando-se de seu final, fica cada vez melhor. Cenas épicas que fazem tremer até a espinha dorsal. Nos primeiros volumes o mangá já me agradou, mas muitos reclamam desse começo. Apesar da série começar descompromissada, ela vai melhorando. Impressionante como o autor soube aproveitar as ideias em cento e oitenta e cinco capítulos, sem transformar Black Cat em uma série “infinita”. Sem contar que acabou no momento certo. Realmente, Kentaro Yabuki me impressionou com isso.

A arte melhora muito. Muito mesmo. Nos primeiros volumes algumas ilustrações chegam a ser feias. Impressionante como o traço foi ficando mais bonito. A arte da série chega ao seu auge nos últimos capítulos. Perfeito para encerrar uma obra magnífica como esta.

Não à toa Black Cat é meu mangá favorito. Embora seja um mangá que utiliza de clichês do gênero, Kentaro Yabuki estava iluminado ao planejá-lo. Leitura rápida e agradável. Super-recomendado.

Anúncios

Sobre Daisuke~

Amante de cinema (e de arte e entretenimento de forma geral), adora escrever sobre filmes, livros, mangás, etc.

Publicado em dezembro 27, 2011, em reviews e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. a serie animada e decrescente, boa no inicio, ótima no meio, de tem uma finalização podre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: