Arquivo mensal: maio 2012

Recomendação da semana: Apple

Olá, leitores. Como avisado no twitter do Mangathering, a “Recomendação da semana” não será mais postada às quartas-feiras, mas sim às quintas. Quarta-feira é, provavelmente, o dia mais “puxado” para nós, do Mangathering, por isso havia uma pequena dificuldade com o prazo, embora na maioria das vezes os textos tenham sido postados pontualmente.

Eu sempre tenho muitas dúvidas de que obra recomendar. Neste caso, não foi diferente. Para falar a verdade, eu sempre penso se devo recomendar algo que já li/assisti há algum tempo, ou se devo ler/assistir algo inédito (pelo menos para mim) especialmente para esta recomendação. Desta vez eu optei por ler um mangá apenas para recomendar, caso gostasse, obviamente. Após fazer isso, conclui que a obra lida não teria um texto que fosse, pelo menos, satisfatório, por ter uma história confusa, embora interessante. Então decidi ler uma one-shot. Eu costumo recomendar one-shots e séries curtas, pois são de fácil acesso e leitura.

Leia o resto deste post

Anúncios

Série temática do Mangathering #4 – Mangás de horror [4/4 – Daisuke] – Zashiki Onna

Olá, leitores do Mangathering. Estou aqui para finalizar, com chave de latão, a nossa querida série temática, que neste mês abordou alguns mangás de horror e coisas do tipo. Bom, a princípio eu escreveria sobre Ibitsu, de Ryou Haruka, mas de última hora decidi mudar e escrever sobre um mangá bem semelhante a ele, Zashiki Onna.

Zashiki Onna é um mangá de onze capítulos, compilados em um volume, e é de autoria de Mochizuki Minetaro (Autor de Dragon Head) e foi publicado na Young Magazine. A história é simples, e de maneira geral a série também é.

Leia o resto deste post

Recomendação da semana: Detroit Metal City

Assassinato, isso é assassinato! Lave suas memórias no sangue fresco!

Não, estimadíssimo leitor do Mangathering, isso não é mais um texto do Daisuke sobre filmes de terror. Muito pelo contrário. É sobre um dos animes mais divertidos, leves e descontraídos já criados: Detroit Metal City ou simplesmente DMC.

O anime é uma OVA (versão especial, curta, normalmente lançada em DVD, blu-ray ou outras coisas do tipo) do mangá de Kiminori Wakasugi. Tem apenas 12 episódios de curta duração, 14 minutos por episódio, é extremamente rápido de se assistir e ótimo para se livrar das tensões de um dia (ou até semana) difícil. Consegue ser mais engraçado do que os programas crentes, com seus pastores de intenções e atitudes suspeitas e seus ingênuos pagantes, quero dizer, fiéis. Concorrência acirrada.

Leia o resto deste post

#CLAMP Day – Review: Wish

Olá, meus amigos. Cá estou eu para trazer uma nova review. Mas esta não é uma review qualquer, mas sim um texto feito especialmente para o CLAMP Day, um dia no qual vários blogs e sites com temática otaku se reúnem para falar de um autor específico, e neste caso não é apenas um autor, mas um batalhão. Bem-vindos ao CLAMP Day.

Leia o resto deste post

Série Temática do Mangathering #4 – Mangás de Horror – [3/4 – Luki – Doll Star]

Eu também sei ser underground, viu?

Doll Star é um mangá de 2 volumes publicado em 2008 publicado na revista Magazine Z, que é a casa dos mangás… … …, enfim, é uma revista de mangás seinen. A obra foi escrita por Satomi Ran e desenhada por Maki Ebishi, que também não fizeram nada de muito importante. A história do mangá é a seguinte:

Leia o resto deste post

Série Temática do Mangathering #4 – Mangás de Horror – [2/4 – Danilo – Goth]

E hoje começamos de vez mais uma Série Temática, Mangatheiros de todo o mundo. E começamos com o pé direito. Aliás, não só começamos, a recomendação de hoje é quase que perneta, não há pés esquerdos nessa que eu vejo como a obra mais impecável que eu li/vi desde que entrei nesse mundo de altas otakices. Logicamente tem suas falhas, se não tivesse, eu não estaria aqui escrevendo esse texto, já teria pegado um avião em direção ao Japão pra pedir mais capítulos (infelizmente são só 5). Mas analisando o geral, é incrível, a começar pelos traços. Acho que eu realmente não sabia o que era um bom traço antes de ler esse mangá. É de uma clareza extrema, cenas que muito provavelmente sairiam meio confusas se feitas por um Zé Mangá qualquer, em GOTH (que é uma adaptação de um livro feito por Otsuichi), graças ao grande Kenji Ooiwa, tornam-se de fácil compreensão . Como se não bastasse toda essa qualidade de traço, a trama é muito bem estruturada. Aproveitando o gancho, permitam-me explicar do que se trata o mangá.

Leia o resto deste post

Recomendação da Semana: Double Arts

Double Arts é um mangá de autoria de Naoshi Komi, que atualmente é responsável por Nisekoi, publicado na Shonen Jump. Foi publicado durante o ano de 2008 na Shonen Jump.

Leia o resto deste post