Série Temática do Mangathering #6 – Mangás de Música [2/4 – Luki – Bremen]

Pois é, o Mangathering está sofrendo com regularidade. A vida anda muito corrida para os três membros, mas vamos tentar voltar a frequência de antes. Mas tem post hoje!

A série temática foi prejudicada, e não sabemos direito ainda como vamos fazer, mas por enquanto, fiquem com ao menos um dos posts planejados dela, mesmo que atrasado.

Bremen é um mangá de Umezawa Haruto – autor de Hareluya II Boy e Countach -, que começou sua história no ano de 2000, na conhecida Shonen Jump, durando 10 volumes. Não sei dizer se a série foi cancelada ou não, mas ACREDITO que sim.

Kasuga Romio é um jovem que fugiu de casa, buscando chegar ao “topo”, subir na vida ao máximo até ser super rico. No caminho, ele encontra Reiji, um guitarrista que tem um sonho de criar um banda de rock. Após alguns acontecimentos, os dois decidem ir para Tóquio para conseguirem realizar os seus sonhos.

E assim a história começa seu desenvolvimento. Essa premissa tem uma ideia bem legal, apesar de simples. De dois personagens começando uma jornada para conseguir uma mudança na sua vida. Dá um sentimento agradável, e a história consegue desenvolver bem para manter o clima divertido. E claro que o Romio (que diz querer virar o Deus do rock) vai acabar entrando na banda.

O roteiro da história é simples (o que é diferente de fraco). Não tem um enredo muito intrincado, é basicamente a vida dos (inicialmente 2) membros da banda, com os problemas e os perigos que encontram pelo caminho. E apesar dessa simplicidade, o avanço do enredo é bem feito(os membros entrando na banda, a evolução dela, a vida deles… isso vai mudando um pouco, e é legal ver).

Agora, Bremen, apesar de ter sim a música como um fator importante (Não exatamente a música, mas o “rock” em si), tem muito de um mangá de delinquentes. Aliás, é uma mistura dos dois, o que eu considero uma grande ideia. Porque afinal, o rock em algumas subdivisões (Como o Punk-rock) não está muito relacionado ao vandalismo, ou simplesmente ao fazer confusão? Não sempre e não todos, mas isso existe, certo? Então fazer um mangá de delinquentes com um tema musical foi uma boa sacada.

E agora que isso foi mencionado, as partes de ação do mangá são muito boas. A narrativa do Umezawa é dinâmica, conseguindo deixar o leitor bem empolgado nas cenas de ação. E são poucas, mas as páginas duplas/inteiras também são muito bem feitas. Desde as mais emocionantes até as em cenas de ação, o Umezawa consegue usar muito bem seus desenhos pra contar a história.

 

Bremen é, no geral, uma série muito empolgante, que te faz torcer realmente pelo sucesso dos personagens. Claro que ajuda todos serem muito bons (Não extremamente bem construídos, mas condizentes com suas personalidades e extremamente carismáticos).

Os temas repetidos no mangá de liberdade, de realizar objetivos, de alcançar o “topo”, de dar seu máximo na vida…. tudo isso relacionando a “força” que o rock tem, deixa o mangá muito agradável, e até bastante inspirador. Os vários quotes e passagens que tocam nesse assunto deram um charme especial ao mangá. E pensando bem, esses não são os motes da Shonen Jump? Só que tratados de uma forma bem diferente. Bremen é um mangá sonhador, mas sem ser bobinho como muitos outros.

Mas o mangá tem alguns problemas, SIM. Em vários momentos, os acontecimentos são claramente forçados pras coisas acontecerem como o autor planeja, e em outros, o roteiro fica previsível até DEMAIS. Mas embora isso possa incomodar em alguns momentos, não estraga o mangá. E alguns arcos são mais fracos que outros, ficando algo repetitivos, e sem a mesma “força” que alguns outros tem.

E claro, o final………….. Que não chega a estragar o mangá, mas é horrivelmente tosco. E não dá nem pra dar a desculpa de “foi cancelado”, porque com o mesmo número de capítulos dava pra terminar melhor. O problema não foi ser corrido ou não explicar coisas, o problema foi a ideia do autor pro final.

Mas de qualquer forma, uma leitura muito válida. Empolgante, divertido, engraçado e inspirador, Bremen foi um ótimo mangá.

Anúncios

Publicado em julho 24, 2012, em Série Temática e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Por incrível que pareça, Bremen foi o primeiro mangá que eu li. Na verdade já tinha visto por cima o volume 15 de Naruto com um colega, e resolvi procurar mais sobre “mangá”. Acabei achando Bremen.

    Eu era novo (devia ter uns 10 ou 11 anos, sei lá) e para mim Bremen era incrível e adulto. Pensei em ler denovo um tempo atrás, mas acho melhor não estragar as ótimas lembranças que tenho do mangá. Bremen foi um dos mangás mais marcantes que eu li. Se é bom de verdade ou não, sinceramente não me importa mais.

    Aliás, ótimo texto, foi bom pra lembrar um pouco da obra :D!

    • A quanto tempo, cara! XDD

      Eu acho que ler de novo não vai estragar nada, no máximo você pode não achar mais tão adulto como achava =P. Bremen é um mangá marcante mesmo. E obrigado pelo elogio \o

      • Hahaha, fiquei um tempo sem comentar, mas não se preocupa que eu estou sempre visitando o blog 😀 !

        É que é a primeira review que vejo de Bremen, que como eu disse foi muito importante para mim, apesar de provavelmente não ser tão incrível como imagino na minha cabeça (na época, eu acho que não tinha muito conhecimento ou até capacidade pra analisar o mangá). Mas mesmo assim, eu recomendo Bremen!

      • Que ótimo! Seus comentários fizeram falta, XD são uns dos únicos…

        Então, talvez tecnicamente, quanto a questões de roteiro e tal, não seja tão bom, mas não deixa de ser divertido pra caramba e empolgante. Então acho que vale a pena, sim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: