Arquivo do autor:alexandravincent

#Mangathering1ANO Review: Ted

ted1

Olá, leitores do Mangathering. Sei que não apareço há muito (muito mesmo) tempo, mas foi só um charminho pra sentirem minha falta. Acaba que todo mundo deve ter esquecido de mim. E aí eu resolvi aparecer por aqui novamente, já que estou presa por 9 horas em um avião. E, também aproveitando isso, vou fazer uma review bem sincera sobre o filme que acabei de assistir na modernosa (surpreendente!) tela de entretenimento da companhia aérea: Ted.

Quando assisti aos trailers do filme, não consegui levar a sério… Parecia idiota demais para ter qualidade. A imagem que eu tinha era de um filme politicamente incorreto que apelava constantemente para sexo, drogas, bebida e piadas contra judeus/negros/orientais/latinos. Em outras palavras, um filme babaca que me arrancaria algumas risadas por conta da estupidez (estilo American Pie). Porém, algumas pessoas que viram o filme no cinema me trouxeram críticas incrivelmente boas – coisas como “é de gargalhar do início ao fim” ou “chorei de rir em vários momentos” – e aí eu comecei a cogitar a possibilidade de assistir ao longa.

Leia o resto deste post

Review: Um dia ideal para os peixes-banana

Durante um tempo pouco maior que um ano, mantive aberto no navegador do meu celular uma página da web onde fora transcrito um conto. Um conto curto, que só era lembrado nas vezes em que eu abria o browser para pesquisar qualquer coisa – e então sempre que lembrava do conto, estava ocupada demais para deter minha atenção nele. E por meses eu dava de cara com aquele título, seguido de vários parágrafos que esperavam anciosamente para serem lidos. “Um dia ideal para os peixes-banana”, eu lia. E logo em seguida pensava: “deixa pra mais tarde”.

Foi assim que a coisa aconteceu por esses 13 meses e meio; até hoje. Hoje, quando olhei pra fora da quadra da minha escola, passou na hora o pensamento “puxa, hoje está um dia ideal para os peixes-banana”. Mesmo sem saber, até então, como diabos se configurava um peixe-banana. Descobri, lendo o conto, que o dia de hoje não é nada um bom dia para um peixe-banana.

Leia o resto deste post

Review: O Operário (The Machinist)

Olá, leitores! Eu sou nova aqui (that’s right, I’m a girl :O), fui chamada tem um tempinho pra participar do blog e na verdade não participei de nada até agora .___. Mas tudo bem, porque hoje eu vou falar de um filme que é completamente mind-blowing. Não tem a ver com a cultura japonesa – não esperem nada muito oriental da minha parte. Mas é exatamente o tipo de filme que eu aprecio: fiquei completamente tonta e pensativa no final. É um daqueles filmes que te fazem ficar boquiaberto por uns dois minutos depois que os créditos já começaram a rolar, e que ocupam seu raciocínio por mais algum tempo, tentando assimilar todas as informações que o filme metralhou na sua cabeça nos minutos finais. E o nome dessa concentração de awesomeness que eu acabei de assistir é “The Machinist – O Operário”.

Leia o resto deste post