Arquivos do Blog

Recomendação da Semana: Assassination Classroom

Aquele mangá diferente que todos estavam pedindo na Jump.

Yuusei Matsui é um mangaka que ganhou uma certa fama pelo seu Majin Tantei Nougami Neuro, mangá publicado na Shonen Jump que durou 23 volumes, e por esse mangá ter sido algo fora do “padrão Jump”. Original, um pouco sombria e sem muito daquele clima mais alegre presente em grande parte da linha de mangás da Shonen Jump atual, foi uma série muito elogiada pelos que leram.

E em 2012, o autor voltou a revista, com uma nova obra que promete ser tão boa e criativa quanto seu trabalho anterior. Essa obra é Assassination Classroom.

A história parte de uma premissa no mínimo curiosa e no máximo extremamente absurda: Um ser alienígena, que pode se mover à velocidade de Mach-20 (para efeito de comparação, Mach-1 é a velocidade mínima para um corpo ultrapassar a velocidade do som) semelhante a um polvo apareceu, e anunciou que vai destruir a Terra no prazo de um ano. Como prova de seu poder, ele destruiu grande parte da lua, a deixando eternamente com um formato de lua crescente. Após isso, num acordo com o governo, ele passou a dar aulas para a classe 3-E do colégio Kunugigaoka (A pior classe, a dos rejeitados, dos lixos, etc), tentando ensiná-los a serem assassinos para que assim, ele possam matar o seu professor… e salvar a Terra.

Sim, é estranho, sim, é muito estranho, mas também é muito interessante. Mas claro que haverá alguma explicação do porque desse acordo, que nos parece tão absurdo.

A série só tem 9 capítulos traduzidos enquanto eu escrevo esse post, e o começo ainda não desenvolveu tanto o enredo, mas vem o construindo bem. Vários personagens vem sido apresentados e começando a ser desenvolvidos, enquanto vamos nos acostumando ao clima da série, que é bem divertido. Os capítulos passam bem rápido, é agradável ler.

Sem contar que claro, ela lhe deixa curioso pra saber o que vai acontecer. Foram jogadas algumas pistas de possíveis futuros rumos pra história, que está se mantendo bem interessante.

O “professor” é, também, um ótimo personagem. A começar pelo design, simplíssimo porém bem legal. Mas as atitudes dele, o jeito dele, as interações com os alunos… é tudo bem divertido.

Bem, por enquanto, “divertido” é a palavra certa. Capítulos agradáveis, interessantes, criativos, e um enredo que está prometendo evoluir, Assassination Classroom é a melhor estreia da Jump em muito tempo. E que tem se saído MUITO bem nos rankings de popularidade, pegando uma surpreendente segunda colocação em seu primeiro ranking. Totalmente merecida. (Mentira, merecia terceiro, com Sket em segundo)