Arquivos do Blog

#Mangathering2Anos Review: O Garoto Verme

1Olá, queridos leitores do Mangathering. Pois bem, ultimamente o blog anda meio parado e tudo mais, eu sei, eu sei. Porém, não poderíamos deixar esta data passar em branco, afinal, hoje é o aniversário de 2 anos do Mangathering! Então, nós temos novidades: página de reviews atualizada, cabeçalho do blog e do facebook atualizados, post novo e página da equipe atualizada com a nova integrante do Mangathering, a linda, diva e maravilhosa Ana (logo o nick dela aparecerá na aba de autores aqui ao lado). Seja bem-vinda, moça!

Mas esse post aqui é meu, senhoras e senhores! E hoje eu falarei de um mangá muito interessante de autoria do mestre do horror, Hideshi Hino, autor dos já resenhados Panorama do Inferno e A Serpente Vermelha (curiosamente, resenhado no aniversário de um ano do blog). A obra em questão é O Garoto Verme, volume único lançado em terras tupiniquins pela Zarabatana Books.

Leia o resto deste post

Anúncios

Comentando: Bokura no Hikari Club (Do 1º ao 4º capítulo)

bnhc

Pela primeira vez, analisando uma obra à medida que o scanlator lança seus capítulos. O mangá em questão é Bokura no Hikari Club, de Usamaru Furuya, que visa contar como o Hikari Club se tornou aquela coisa horrenda que era em Litchi Hikari Club. Acho que é desnecessário dizer que esse post contém spoilers da franquia Hikari Club como um todo, né?

Primeiramente, eu sei que esse mangá já deve estar completo em inglês e tal, mas eu prefiro ler em espanhol. Portanto, estou aguardando os lançamentos do BloodSei, que é um baita blog se tratando de mangás de horror e suspense, recomendo. Recentemente, eles lançaram o quarto dos dozes capítulos da série, portanto, neste post eu falarei dos quatro primeiros capítulos. Se você pretende ler este post, é recomendado que você já tenha lido pelo menos alguma coisa da linha Hikari Club, mesmo que seja o LHC. Agora, prossigamos.

Leia o resto deste post

#Mangathering1ANO Review: Ibitsu

ibitsu1

Ibitsu, ah, Ibitsu. Apresento-lhes uma de minhas cartas na manga.

Leia o resto deste post

#Mangathering1ANO Review: Dorohedoro Vol. 17

Olá, caros leitores do Mangathering! Estou de volta com um novo post para o aniversário de nosso querido blog, e dessa vez vou fazer algo diferente – uma review do Volume 17 de Dorohedoro, que foi lançado no fim de setembro e traduzido um pouco depois. Enfim, vamos lá!

AVISO: Esse post VAI conter spoilers, e é direcionado a quem acompanha a série. Se pretende ler.. continue a seu próprio risco.

doro

Leia o resto deste post

#Mangathering1ANO Review: A Serpente Vermelha, de Hideshi Hino

redsnake2Hoje é aniversário do Mangathering e o blog terá posts de TODOS os membros, além de diversas novidades, como a página de equipe (bonitona, deem uma olhada!) e outras coisas. Esperamos que gostem.

Esperamos, também, que vocês já tenham se acostumado à minha fixação por obras bizarras e coisas do tipo. Pois bem, se não se acostumaram, nem leiam este post. Lembram de quando eu disse que Panorama do Inferno era a coisa mais bizarra que eu já havia lido, em seu próprio post? Bom, eu ainda não tinha lido A Serpente Vermelha (The Red Snake, Akai hebi, etc), também de Hideshi Hino, lançada no Brasil pela Zarabatana Books (é, isso mesmo).

Leia o resto deste post

Especial de Halloween – Review: Litchi Hikari Club

Surpresa! Eram para ser apenas dois posts especiais de Halloween, mas legal como sou –ou não-, decidi fazer um terceiro, sobre um mangá que eu até citei no recém-postado texto sobre Suehiro Maruo. Este é Litchi Hikari Club! Nesse post falarei apenas de LHC, pois ainda não li o tal Bokura no Hikari Club. Mas enfim: o mangá é de autoria de Usamaru Furuya (Jisatsu Circle, Genkaku Picasso, The Music of Marie, etc) e foi publicado na Manga Erotics F; tem apenas um volume, que abrange seus nove capítulos. Leia o resto deste post

Especial Halloween – Suehiro Maruo: erotismo e violência em prol da arte


31 de outubro, o Halloween. Para um brasileiro comum, uma data qualquer, para um blogueiro amante de obras fictícias com toques de horror e fantasia, uma ótima ocasião para postar algum texto temático. No Mangathering são dois posts, hein? Hoje vocês já devem ter lido (ou deveriam) o meu texto sobre Panorama do Inferno, de Hideshi Hino, e para tornar este dia ainda mais bacana, vos apresento o peculiar Suehiro Maruo!

Este texto vai explicar um pouco do estilo curioso de fazer quadrinhos ao qual este grandioso autor segue, e comentar suas três obras lançadas no Brasil pela Conrad: Ero-Guro: O erótico grotesco de Suehiro Maruo (Ultra-Gash Inferno); O Vampiro que Ri; e Paraíso: o Sorriso do Vampiro. Mas antes de qualquer coisa, devo alertar: Maruo não é para qualquer um. Leia o resto deste post