Arquivos do Blog

Recomendação da Semana: Personant

“Está sem ideias? Leia um one-shot e o recomende, correndo.” – Lucas Paulino

Personant 0 at MangaFox.com

Personant é um one-shot de 58 páginas feito por Komi Naoshi, que publicou Double Arts e agora publica Nisekoi na Shonen Jump (Eu não preciso falar que revista é essa, certo? Prossigamos). Foi publicado em uma revista mensal da linha Jump, a Jump SQ (Que tem Claymore e Ao no Exorcist), em 2008.

A história se passa em um futuro distante, no ano de 3333, em que todos usam as “Personants”, que são como máscaras de alta tecnologia, criadas pra evitar discriminação e desigualdade (A ideia é de que todos seriam IGUAIS usando aquelas mascaras, o rosto de todos não seria visto). Já se passaram 100 anos desde que as máscaras foram implementadas, e a sociedade se adaptou a isso… Mas ainda assim, um homem não usa essas Personants, e é o criminoso mais procurado do planeta.

É uma premissa bem interessante, e que abre alguns questionamentos. “Vale a pena abdicar da invididualidade em nome da paz ?” “Um mundo assim seria bom de se viver?” Não são muito explorados, até pelo curto espaço, mas são ideias interessantes. O mangá poderia ser ótimo se durasse  um pouco mais de tempo, como um volume ou dois.

O desenvolvimento da one-shot não é muito surpreendente. Como é comum, a falta de espaço acaba fazendo algumas coisas (motivações, passado dos personagens, etc) serem explicadas por diálogos mais expositivos. Não é ruim, é bem feito dentro das possibilidades.

Gosto muito do traço do Naoshi. É bem agradável e bem desenhado, enquanto com um espírito bem shounen. A narrativa dele também é agradável, e transforma a história em algo bem divertido de ler. A conclusão é bem feita, apesar de não ser nada muito surpreendente… são cenas legais.

É uma história com uma premissa interessante, que merecia ter sido melhor desenvolvida em mais capítulos. Ainda assim, é uma leitura muito divertida. Se você gosta das obras e dos personagens do Naoshi, deve gostar.