Primeiras impressões: Sukitte Ii na yo + Anúncio no final do post

Eu estou fazendo alguns textos de primeiras impressões agora, nesse final de mês, não por ter planejado matar dois ou três episódios de uma vez, mas sim por pura preguiça de assistir, por melhor que alguns aparentem ser. Mas, finalmente, levantei-me da cadeira para agir! Sentei de novo e parti para os animes da temporada de Outubro!

Sukitte Ii Na yo, ou Sukinayo, é um desses novos animes. É baseado no mangá shoujo de mesmo nome publicado na revista Dessert desde 2008, e era o anime pelo qual eu mais esperava. Por quê? Bom, a história não é muito inovadora para um shoujo: relacionamento entre garota sem amigos e o rapaz mais popular do colégio. Mas o que realmente me deixou curioso quanto à obra foi um algo que eu li em algum blog (Acho que foi no Elfen Lied Brasil) que tratava a série como “um Kimi ni Todoke com menos enrolação”. Como alguns devem saber, eu adoro Kimi ni Todoke, e realmente pus-me num estado insuportável de curiosidade ao saber que Sukinayo poderia deixar de lado uma das maiores, se não a maior, características dos shoujos. Será que conseguiu fazê-lo de maneira competente?

Bom, esse texto foi redigido com base nos dois primeiros episódios da série, então não sei como a mesma se desenvolverá, apesar de ter alguns palpites. Uma das coisas que mais me encantou em Kimi ni Todoke – e logo em seus primeiros episódios- foi a maneira como eram retratadas as emoções das personagens e como um shoujo que deveria focar, quase rigorosamente, no romance, conseguia fazer transparecer tão bem o que é a amizade. E realmente, talvez Sukinayo seja uma aposta tendenciosa para se obter sucesso, afinal, a história em si é quase a mesma. Mas, julgando pelo começo, Sukinayo não se foca tanto na amizade, apesar de já ser esperado que, nos primeiros episódios, a obra focaria em apresentar e dar o pontapé inicial da relação de Tachibana Mei, a garota, e seu par, Kurosawa Yamato.

 “Mas e aí, a obra cumpriu o que prometeu?” Sim e não. A verdade é que, realmente, Sukinayo tem um ritmo bem mais dinâmico do que seus companheiros de demografia, chegando a ter, em apenas dois episódios, alguns beijos e um segundo casal se formando. Porém, a série não me convenceu quanto ao seu futuro: eu não acho que ela conseguirá manter esse dinamismo. Eu não li o mangá, então não posso afirmar nada, mas creio que a principal inovação da obra em seu desenvolvimento, perante outros shoujos, sejam os beijos e uma abordagem mais “quente”, e talvez até mais romântica (o que seria muito interessante) do que o habitual. Além disso, chuto que o desenvolvimento da história será algo semelhante ao de outros shoujos, e, principalmente, de Kimi ni Todoke. Como se o Kazehaya e Sawako (ambos de KnT) tivessem uma relação mais “avançada” desde o começo, mas continuassem a passar por essas coisas que um casal formado por uma excluída e o queridinho da escola tem que passar, como uma outra pessoa tentando atrapalhar o relacionamento deles, e coisas do tipo. Assim me pareceu, pelo menos. Posso quebrar a cara, sim, afinal, é só um chute.

Como eu disse, nesse começo, Sukinayo focou mais no início do relacionamento entre Mei e Kurosawa, e menos no fator amizade. Mas ele não deixa de estar lá. Como aluno popular, Kurosawa tem muitos amigos, e alguns deles podem (e vão) ser importantes para a história. Nesse começo, a própria Mei já demonstra como alguns laços podem ser construídos não só com o seu par, mas também com outras personagens.

A trilha sonora não se destacou, mas cumpriu bem o seu papel, sendo bem encaixada no anime. Enquanto isso, o lado gráfico da série é excelente! Principalmente o character design. Vão me dizer que a Mei não é uma fofura? E todas as outras personagens têm um visual belíssimo. A animação é competente: não vai impressionar, mas é eficaz. Aliás, todo o lado técnico da série é bom. Ainda mantenho muita esperança em Sukinayo, que promete ser um ótimo anime. Tomara que atenda às minhas expectativas. Esperemos.

[OBS]: E aí, gente. Esse “aviso” no título do post não é meramente ilustrativo, eu realmente tenho algo mais a dizer. Enfim, eu gostaria, basicamente, de divulgar o nosso novo parceiro, que já está no blogroll desde ontem: O LUNA SEA Fan Site.

Antes de falar sobre o blog, especificamente, gostaria de simplesmente apresentar o tema do qual ele trata: o LUNA SEA, que é uma banda japonesa surgida no início da década de 90, e um dos grandes expoentes do Visual Kei na época. É uma banda que eu e o Danilo adoramos. Ela tem uma sonoridade bem característica, mas não deixando de viajar entre as vertentes do rock.

O LUNA SEA Fan Site visa não só divulgar o grupo, como informar os seus fãs sobre lançamentos, shows, e qualquer outro tipo de notícia que envolva o LUNA SEA ou seus membros. É um blog completo, e que sempre divulga as notícias relacionadas ao grupo de maneira rápida e eficiente. Eu, particularmente, recomendo a todos. Sendo fã do grupo, ou nem o conhecendo. É uma boa oportunidade para conhecer uma ótima banda, e se manter informado sobre ela.

O Luna Sea Fan Site também está no Facebook e no Twitter.

Anúncios

Sobre Daisuke~

Amante de cinema (e de arte e entretenimento de forma geral), adora escrever sobre filmes, livros, mangás, etc.

Publicado em outubro 23, 2012, em Primeiras impressões, Temporada de Animes e marcado como , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: