Recomendação da Semana: Lovesick Dead

Mais uma vez abordando o misterioso mundo do horror, cá estou eu para trazer a recomendação da semana.

Vou ser mais direto. A recomendação da semana é Lovesick Dead, do renomado mangaká Junji Ito. Li esse mangá aleatoriamente, como meu primeiro contato com o autor, e mais tarde acabei descobrindo que ele corresponde ao décimo-quinto volume de “Horror World of Junji Ito”. Mas pelas minhas pesquisas, essa história não tem ligação direta com as outras da obra.

Ryuusuke Fukata é um adolescente que acaba de se mudar para uma cidade na qual já havia morado quando mais novo. Esta cidade costuma ter uma forte neblina e um costume ligeiramente estranho: “Leitura da sorte na encruzilhada”, isto é, uma pessoa pergunta à primeira pessoa que aparecer na sua frente (Em uma esquina) sobre a sua sorte. Nesta cidade, Ryuusuke reencontra alguns conhecidos, como Midori Shibayama, garota da qual gostava antigamente, e por quem ainda mantém afeto.

A cidade passa a sofrer com acontecimentos misteriosos, aparentemente por culpa de uma misteriosa entidade conhecida como “O garoto da encruzilhada”, que dá respostas cruéis e pessimistas quanto à sorte dos que o questionam , o que acaba por deixar pessoas obcecadas ou levando-as ao suicídio. Ryuusuke começa a perceber uma certa ligação entre os acontecimentos e o seu passado na cidade, e começa a investigar, com ajuda de Midori, enquanto o misterioso garoto continua à solta.

É realmente muito difícil fazer uma sinopse decente para este mangá de apenas quatro capítulos. O primeiro capítulo apresenta com perfeição a história da obra, então tenho medo de falar demais. Espero que seja possível a compreensão de sua história com base nesse texto, sem que muitos detalhes importantes (ou spoilers) sejam citados.

Lovesick Dead é impressionante. A história fica cada vez mais interessante e intrigante. Junji Ito consegue criar uma atmosfera tenebrosa e misteriosa com charme, estilo, e faz com que o mangá fique mais complexo a cada página: Novos acontecimentos e mistérios fazem com que a obra seja bem dinâmica, e deixe a leitura extremamente agradável.

Como já dito, o roteiro se desenvolve de maneira impecável, explorando bem as personagens e suas sensações, exemplificando perfeitamente a insanidade desse elenco. Os clichês do gênero também são utilizados sob medida, para agradar a todos.

A arte é bem característica, e ajuda muito a passar aquela atmosfera sombria da obra para o leitor, isto é, combina perfeitamente com a obra. Aliás, um belo traço. Bem melhor do que de vários outros mangás de horror que eu já li.

Lovesick Dead é um ótimo mangá. Dificilmente alguém irá se decepcionar ao lê-lo. Uma atmosfera extremamente bem estruturada, em todos os quesitos, transmitida por uma arte característica, faz desta uma ótima obra. Recomendo.

E um agradecimento especial ao amigo Coringa, que ajudou na revisão do texto.

Anúncios

Sobre Daisuke~

Amante de cinema (e de arte e entretenimento de forma geral), adora escrever sobre filmes, livros, mangás, etc.

Publicado em junho 28, 2012, em Recomendação da Semana e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Li recentemente e tirei a lição dessa obra que ele faz uma “crítica social”, à meninas que se apegam a crenças que ajude na busca de um amor. Enfim, um ponto de vista

  1. Pingback: Recomendação da semana: Flesh-Colored Horror «

  2. Pingback: Review: Uzumaki «

  3. Pingback: One-Shots de Junji Ito | Mangathering | 1 ANO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: